Continuando com cobertura sobre retomada no Brasil, o Hotelier News visita o terceiro estado do sudeste, após abordar as capitais mineira e fluminense. Chegando à maior cidade do país, o cenário ainda é de perdas e uma lenta recuperação à vista no estado de São Paulo.

Segundo Orlando de Souza, presidente executivo do FOHB (Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil), a perspectiva na capital para este ano ainda é muito negativa. “Muito provavelmente ao fechar o ano completo de 12 meses, as taxas de ocupação devem apontar uma queda de 80% em comparação a 2019. Então se no ano passado fechou em torno dos 60%, significa que este ano a taxa de ocupação vai fechar em torno de 35%, no máximo 40%”.

Texto originalmente publicado em: https://hoteliernews.com.br/a-retomada-paulista-e-os-dois-anos-que-separam-sao-paulo-da-recuperacao/